Carregando...
MT  Ação PUBLICIDADE
[ANUNCIE] Interna Lateral Grande 1 PUBLICIDADE
Facebook
[ANUNCIE] Interna Lateral Grande 2 PUBLICIDADE
Newsletter

FIQUE POR DENTRO!

Cadastre-se para receber boletins com as novidades do nosso site em seu email gratuitamente.

É só informar seu email no campo abaixo e clicar em “Assinar”.

[ANUNCIE] Interna Lateral Pequena PUBLICIDADE
AS ÚLTIMAS DE Política
O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou, na manhã desta segunda-feira (26), que permanecerá apoiando os membros do PSB, mesmo que mudem de partido. O tucano te ...
Política 27 de junho 2017 09h:53
Governador usa música sertaneja para explicar crise do PSB em MT

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou, na manhã desta segunda-feira (26), que permanecerá apoiando os membros do PSB, mesmo que mudem de partido. O tucano teceu duras críticas ao novo presidente da sigla, deputado federal Valtenir Pereira, e declarou que caso a legenda decida abandonar a base aliada que “vá com Deus”.

Em 14 de junho, Valtenir Pereira assinou a ficha de filiação ao PSB. Na mesma data, o dirigente geral da legenda, Carlos Siqueira, colocou o parlamentar na presidência estadual do partido.

O caso gerou imbróglio entre os outros membros do PSB em Mato Grosso, que mostraram-se contrários à medida, pois esperavam que o ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, assumisse a liderança. O impasse em relação à direção regional teve início após Carlos Siqueira destituir todos os membros da executiva estadual do partido, que era composta pelos deputados federais Fábio Garcia e Adilton Sachetti, pelos deputados estaduais Oscar Bezerra, Eduardo Botelho, Mauro Savi e Max Russi e pelo ex-prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes.

A destituição da executiva aconteceu depois que Garcia, então presidente da legenda, desobedeceu orientação da sigla e votou a favor da reforma trabalhista proposta por Michel Temer (PMDB). Valtenir é oposição ao governador tucano e garantiu que a legenda, que atualmente apoia o tucano, mudará de postura após sua chegada à presidência.

Ele garantiu que o PSB deixará a base aliada. O governador Pedro Taques foi convidado para participar da reunião entre membros estaduais do PSB, entre eles deputados e prefeitos, na manhã desta segunda-feira.

No encontro, Taques afirmou que teve problemas com o parlamentar há sete anos. "Em 2010, montamos um grupo político em Mato Grosso e quem jogava contra era o deputado Valtenir. Nós dormíamos com um olho aberto e o outro fechado, porque era traição todo dia e toda noite”, declarou.

O tucano frisou o apoio que recebeu do PSB em eleições anteriores e o auxílio que a sigla dá para a atual gestão do Executivo estadual. No entanto, mencionou que o apoio aos membros da legenda vai além do partido. “O PSB é um partido sério, muito importante, mas mais importante é a lealdade, o companheirismo, é esse grupo estar junto. Isso é mais importante que partido político. O PSB é o partido que está dando sustentação ao governo. Sem ele, não poderíamos estar aqui, neste momento histórico. Ele esteve conosco em 2010, em 2012, em 2014, estamos juntos agora. Estamos juntos, independente de partido político”, asseverou.

Ele garantiu que confia nos membros que foram destituídos da executiva estadual da legenda. “Quero dizer que neste grupo que está aqui, eu confio. Porque eu compro um carro usado do Mauro Mendes, confio na palavra dele, do Fábio Garcia, do Sachetti, do Oscar, do Botelho, que vem mudando a realidade da Assembleia. Onde esse grupo estiver, o governo vai estar junto. Eu confio na antiga direção do PSB, porque eles vêm sendo leais e companheiros comigo, não só na hora da festa, mas também na hora da tristeza e da dificuldade. Administrar um Estado sem dinheiro não é para qualquer um. Eu sei o que os prefeitos estão passando. O PSB esteve sempre junto, nos defendendo na Assembleia Legislativa”, comentou.

Em caso de o PSB migrar para a oposição e os seus membros realizarem uma saída coletiva da sigla, o governador garantiu que apoiará os membros dissidentes. “Eu gosto de partido político porque é importante na construção de um Estado. Mas quero dizer que não vou mudar o Max Russi [secretário de Estado de Trabalho e Assistência Social] da secretaria ou o Suelme [líder da Agricultura Familiar], se eles forem de outro partido. Não vou perder as relações que tenho com o Mauro, com o Oscar, Mauro Savi ou Sachetti, se forem para outro partido, porque nossa relação é acima disso. É uma relação de companheirismo”, disse.

Por fim, Taques recorreu ao trecho de uma música para expressar seu sentimento em relação à possível saída do partido da base aliada ao governo. “Mas se o PSB desejar ir para a oposição, eu vou lembrar Roberta Miranda, 'vá com Deus'”, concluiu.

vídeo
galeria
0
mais notícias
Nenhum comentário foi publicado.
Escreva seu comentário abaixo.
  • João Oliveira, há 9 horas atrás
    Quisque purus libero, sagittis sit amet posuere a, hendrerit scelerisque odio. Nam tincidunt, dolor nec vehicula imperdiet, ligula massa pharetra turpis, in mattis est lacus nec felis. Nam cursus libero nec odio semper eu tincidunt mauris ullamcorper. Donec porttitor mi eu libero bibendum iaculis. Ut tempor est vel nibh suscipit in sodales risus placerat. Responder
    João Oliveira, há 9 horas atrás
    Quisque purus libero, sagittis sit amet posuere a, hendrerit scelerisque odio. Nam tincidunt, dolor nec vehicula imperdiet, ligula massa pharetra turpis, in mattis est lacus nec felis. Nam cursus libero nec odio semper eu tincidunt mauris ullamcorper. Donec porttitor mi eu libero bibendum iaculis. Ut tempor est vel nibh suscipit in sodales risus placerat. Responder
COMENTÁRIOS (0)
Próximo » « Anterior
Próximo » « Anterior
Adicionar comentário
  • Seu nome
  • Seu e-mail
  • Website
Incorreto. Por favor, tente novamente.
Digite o código acima: Digite os números que você ouve:
  • Seu comentário
Escrever comentário
- Desculpe, ocorreu um erro inesperado.
Recemos seu comentário por aqui.
Obrigado por participar :D
2012 © mt fatos - Todos os direitos reservados.
Avenida Coroados, 433 - Centro - Jaciara/MT - 78820-000
contato@mtfatos.com.br - (66) 3461-1849
Desenvolvido por artedinâmica
2012 © mt fatos